ÁREAS DE ATUAÇÃO

NovoDSC_0326

Trabalhista

Causas decorrentes da relação de trabalho envolvendo tanto empregadores como empregados, seja com atuação preventiva (orientação aos clientes para defesa de seus direitos e interesses) como corretiva (ajuizamento de reclamações trabalhistas, elaboração de defesas, ações consignatórias, acidentárias, cautelares etc).

Previdenciária

Ações para concessão, manutenção ou restabelecimento de auxílio-doença, com conversão em aposentadoria por invalidez, aposentadoria por idade, por tempo de contribuição e especial, revisões de benefícios em geral, ações para concessão de auxílio-acidente, com atuações perante os Fóruns Federais, Estaduais ou Juizados Especiais Federais.

Cível

Processos ligados à contratos, locações de imóveis, ações para retomada de imóvel, execuções, cobranças, notificações, responsabilidade civil, indenizatórias, contestações e exceções. Vasta experiência em ações de usucapião e retificação de área.

Família e Sucessões

Separações, divórcios, alimentos, guarda de filhos, execuções de prestações alimentícias, revisional de alimentos, investigação de paternidade e decorrentes de união estável. Ampla experiência em testamentos, inventários e partilhas de bens.

A Lei 10.101/2000 regula a participação dos trabalhadores nos lucros ou resultados da empresa como instrumento de integração entre o capital e o trabalho e como incentivo à produtividade.

O salário utilidade ou in natura é aquele conhecido como sendo toda parcela, bem ou vantagem fornecida pela empresa ao empregado como uma gratificação pelo trabalho desenvolvido ou pelo cargo ocupado.

Justa causa é todo ato doloso ou culposamente grave, que faça desaparecer a confiança e boa fé existente entre as partes, tornando, assim, impossível o prosseguimento da relação.

O trabalhador bancário é aquele empregado não só das instituições bancárias, como aqueles de financeiras ou empresas terceirizadas, como no caso dos empregados de empresas de processamento de dados, que prestam serviços de modo exclusivo a banco integrante do mesmo grupo econômico, são considerados bancários, para os fins trabalhistas.

A Constituição Federal e a Lei 7.783 de 1989, asseguram o direito de greve a todo trabalhador, competindo-lhe a oportunidade de exercê-lo sobre os interesses que devam por meio dele defende